DEPRESSÃO E OS ACIDENTES DE TRABALHO

Uma maneira importante de prevenção de acidentes de trabalho é a detecção da depressão entre os funcionários e gestores da empresa.
A American Psychiatric Association (APA), principal organização profissional de psiquiatras nos Estados Unidos, fundada em 1844, fez uma ampla pesquisa na década de 80, que mostrou que em 78% dos acidentes de trabalho as vítimas tiveram ou tinham depressão, não trataram ou tinham interrompido o tratamento médico. O restante, 18%, foram devidos a falha técnica do equipamento e 4% a intempéries climáticas.

Assim acredito que seja interessante abordar o tema DEPRESSÃO nas palestras das SIPATs, nas empresas, mostrando as causas emocionais, as consequências, como evitar e como tratar esta doença bastante sorrateira, lembrando também que a busca pelo álcool e drogas está relacionada à depressão.
A depressão pode levar à morte, não apenas pelo suicídio direto, mas principalmente através do chamado suicídio inconsciente, em que o doente “faz” doenças graves ou “faz distrações” que provocam acidentes incapacitantes ou fatais. As palavras entre aspas mostram ações absolutamente inconscientes, deixando bem claro que a pessoa não “faz” de propósito.

                         Contato para palestras: Fernando Vieira Filho 
Psicoterapeuta Clínico / Palestrante e autor do livro - Cure suas Mágoas e Seja Feliz! - Barany Editora - São Paulo 2012. E co-autor do livro - Dieta dos Símbolos - Melhoramento - São Paulo 2004.

  

Nenhum comentário:

Postar um comentário