PALESTRA - PLANTAR E COLHER - FERNANDO VIEIRA FILHO

Tudo o que se planta, a gente colhe??? Esta é uma pergunta cujas respostas se divergem…Por isso temos que ter cuidado com nossas atitudes, com o que falamos, com o que escrevemos e até com o que postamos nas redes sociais. Tudo o que expressamos é um plantio, que inexoravelmente vamos colher mais adiante. É a lei de causa e efeito.

OS FILHOS SÃO BEM CRIADOS?

As crianças atuais estão sendo bem criadas por seus pais? Onde estão os limites e a noção de hierarquia das crianças e adolescentes? Os pais estão sendo desconsiderados pelas mães? Veja os problemas que decorre desta desconsideração.

ALERTA DO "PROCON"


Olá, boa noite Fernando(1)!  
                                                                          
 Gostaria de saber sobre meu marido. Quando namorávamos ele nunca demostrou nenhuma característica negativa ou defeito de caráter, mas logo depois que casamos, aos poucos ele foi se mostrando um lado completamente diferente.                                                                                                             
Me agride com palavras, é muito irritado, boçal e demonstra desinteresse crescente pela intimidade conjugal.
O QUE FAZER???                                    
Por favor pode me responder?                                                                               
Muito obrigada!  M.B.                                                                                                            

Cara M.B., obrigado por sua pergunta, que ajudará outras mulheres também.  Aprenda a se amar em primeiro lugar. Aprenda a utilizar a palavra que considero mais abençoada do planeta e que você tem grande dificuldade em verbalizar: NÃO.                                                                                               
Toda vez que dizemos "sim" querendo falar um "não", morremos por dentro e nos desvalorizamos perante nosso interlocutor.                                                                              
Portanto, valorize-se, seja assertiva, isto é, diga sim quando for sim e NÃO quando for NÃO, sem medo de desagradar.                                                                                                               Infelizmente, assim como muitas mulheres que se casam sem um período razoável de namoro, para conhecer melhor o parceiro, você comprou "gato por lebre".                                                                                                                  
O período do namoro é tempo de encantamento em que os parceiros, naturalmente, se utilizam de "máscaras" tentando mostrar o seu melhor perfil.  Quando o tempo de namoro é curto, o casal consegue "segurar" as máscaras sobre o rosto. Com o tempo de namoro mais longo (é o ideal), os namorados "se distraem" ou "se cansam" e deixam as máscaras "escorregarem".  
      Nestes os parceiros podem e devem se ver como são realmente, avaliando as possibilidades de uma vida a dois, antes do enlace matrimonial.                                                     
Mesmo após o casamento, a solução pode estar muitas vezes no famoso alerta do "Procon":                                                                                                   
"Comprou" artigo com defeito, devolva para a "fábrica"-  no seu caso, a fábrica é a "senhora mamãe" do seu marido.
 Seja feliz com você mesma, que, por sinal, será sempre sua melhor companhia.
Muita paz.

(1)Fernando Vieira Filho - Psicoterapeuta/clínico, palestrante e escritor. Autor do livro CURE SUAS MÁGOAS E SEJA FELIZ! – 2ª Ed. - Barany Editora - 2012. E coautor do livro DIETA DOS SÍMBOLOS – 6ª Ed. - Melhoramentos - 2004.                                                                                           
É autor dos E-Books:                                                                                                                        PSICOFÁRMACOS - Uso e aplicações de forma simples e eficaz.                                            

PSICOPATOLOGIA - Apresentada de forma simples e objetiva - Incluindo psicopatologias infantis.                                                                                                                             

SISTEMA DE TERAPIA FLORAL do Doutor Edward Bach (Portuguese Edition) – Amazon – 2013. E-book.
E-mail de contato: ffvfilho@terra.com.br
Conheça seus blogs e sites:


Terapia do cocô é dica do psicoterapeuta para acabar com mágoa e ódio

      

                                                                    CRÉDITO: THINKSTOCK


ESCRITO POR BEATRIZ HELENA

Segundo o psicoterapeuta clínico Fernando Vieira Filho, o perdão não é um bem feito para aquele que machucou ou destruiu algum tipo de confiança. Ele, na verdade, serve para a pessoa que guarda sentimentos como mágoa e ódio. Para acabar com esses sentimentos que são nocivos apenas para quem os nutre, ele apresenta em seu livro "Cure suas Mágoas e Seja Feliz!" a terapia do cocô. Embora pareça brincadeira, a técnica consiste em eliminar todos os sentimentos ruins juntos com as fezes.

Como deixar a mágoa e o ódio de lado?

"Ressentimentos, ódio e culpa são lixos emocionais que carregamos na mente, seja consciente ou inconscientemente. A partir do momento em que nos tornamos conscientes da existência deles, devemos eliminá-los assim como fazemos com as fezes, que também são lixos eliminados pelo organismo. Ao tirar tudo o que não tem utilidade, o organismo fica mais leve", explica o especialista.
Mas não basta apenas imaginar a eliminação desses sentimentos. Existe uma técnica específica. "Quando evacuar, antes de dar descarga, imagine que aquela pessoa que o machucou e irritou, e fez com o que seu ódio subisse, está, simbolicamente, "grudada" nas fezes. Nessa hora, olhe para elas e dê um adeus com uma sonora descarga, imaginando a sua raiva, seu ódio e as chateações indo embora com aquilo. Nesse momento você pode dar nome ao cocô, chamando-o de fulano ou fulana, e diga para irem ao local a eles destinado: o esgoto", orienta Fernando Vieira Filho.
Segundo o psicoterapeuta, a técnica funciona porque o ódio nada mais é do que dejeto do amor. "Tudo isso é uma simbologia que não deixa de ser realidade, ninguém guarda o cocô, a gente dá descarga e ele vai embora, significa que nós não podemos carregar o ódio, e a descarga simboliza o descarregar das nossas emoções", finaliza.


MULHER INSISTE QUE É DEPENDENTE DE ANTIDEPRESSIVO

Esta resposta eu dei (1) para uma senhora que insiste em afirmar que é dependente de medicamento ANTIDEPRESSIVO.

Cara M.O.,

O que ocorre com o antidepressivo é a tolerância orgânica, que o leigo sempre confunde com "dependência".
O que acontece com o passar do tempo é que a tolerância fisiológica ao medicamento antidepressivo, que consiste na necessidade de uma maior dose para se obter o mesmo efeito, se instala na pessoa.

Por isso, o  médico, sempre ao concluir o tratamento da depressão, solicita ao paciente um longo processo de desmame ou dessensibilização química. Infelizmente, a grande maioria dos pacientes NÃO respeita esta prescrição médica.
Interrompem a medicação de uma só vez (de repente), e após um curto ou médio espaço de tempo, os sintomas da depressão retornam como um verdadeiro "tsunami" - é o chamado efeito rebote ou depressão de rebote - que é uma depressão ainda mais grave que aquela que havia antes do tratamento.

Novamente o tratamento precisa ser iniciado, com mais rigor na medicação. Aí, o paciente julga, erroneamente, que ficou dependente do antidepressivo, esquecendo-se que foi impaciente e teimoso, arrogante mesmo, em querer "saber mais que o médico" que estudou anos a fio para isso.

Os antidepressivos atuais (Sertralina, Paroxetina, Fluoxetina etc.) são medicamentos extremamente úteis e seguros na terapêutica da depressão e outros transtornos (ansiedade,Toc, Pânico, anorexia etc).
Não se preocupe quanto à dependência. O que causa dependência química de verdade são as anfetaminas, os ansiolíticos e sedativos (calmantes) da “família” dos benzodiazepínicos, como o clonazepam (Rivotril) etc.

O importante é que a indicação de uso do antidepressivo tenha vindo de um médico, preferencialmente um psiquiatra.

Pense bem: É muito melhor ficar bem com o medicamento que ficar péssima sem ele.
Como dizia um velho professor, o antidepressivo é uma “bengala abençoada”.
Tomar um remédio cronicamente não significa ser dependente ou viciado.

Em minha clínica, normalmente utilizo Florais e homeopatia, e, principalmente, a psicoterapia para investigar as "causas" emocionais que levaram a pessoa a "fazer" a depressão.
Minhas consultas presenciais duram em média 3 horas. Sem pressa.

Obrigado, M.O., pelos seus questionamentos. Com certeza, irão ajudar também outras pessoas.

Forte abraço e que Deus a proteja em seu tratamento.

(1)Fernando Vieira Filho 
Psicoterapeuta/clínico, palestrante e escritor.
Autor do livro CURE SUAS MÁGOAS E SEJA FELIZ! – 2ª Ed. - Barany Editora - 2012.
E coautor do livro DIETA DOS SÍMBOLOS – 6ª Ed. - Melhoramentos - 2004.
É autor dos E-Books:                                                                                                                       
PSICOFÁRMACOS - Uso e aplicações de forma simples e eficaz.                                           
PSICOPATOLOGIA - Apresentada de forma simples e objetiva - Incluindo psicopatologias infantis.                                                                                                                                        
SISTEMA DE TERAPIA FLORAL do Doutor Edward Bach (Portuguese Edition) – Amazon – 2013. E-book.
Conheça seus blogs e sites:
http://www.curadossentimentos.com.br

http://www.fernandovieirafilho.com.br

http://harmonize-se-com-florais-de-bach.blogspot.com.br/

http://curesuasmagoasesejafeliz.blogspot.com.br/

http://maldealzheimerhoje.blogspot.com.br/


A ESPOSA DE UM BIPOLAR

Esta resposta dei (1) para a esposa de um paciente bipolar que não segue o tratamento de forma correta.

 "Cara O. T.,

Realmente esta situação é um verdadeiro  drama.

Infelizmente a grande maioria dos pacientes bipolares "acham" que não precisam da medicação - que é para toda vida, pois o transtorno não tem cura, pelos recursos da medicina atual.

Mas tem controle através da medicação e de uma psicoterapia bem orientada. Desta forma, o bipolar pode ter uma boa qualidade de vida quando aceita a orientação dos profissionais envolvidos no processo.
  
As pessoas com transtorno afetivo bipolar (TAB) geralmente são orgulhosas, cheias de soberba e acham que "sabem tudo", param com a medicação quando lhes "dá na telha", fazendo a família sofrer bastante com os sintomas de sua doença, um ciclo terrível de mania (euforia exagerada) e depressão.

 O mais importante é que aceitem a doença e o acompanhamento profissional adequado.

 Pela minha experiência, outra coisa que ajuda muito é o engajamento deles e da família a uma religião, qualquer que seja denominação, desde que séria e bem orientada. Juntar isso ao trabalho voluntário em benefício da comunidade, lembrando que fazer caridade, pensar no bem estar alheio, é "sair da órbita" do próprio umbigo. E isso faz muito bem a todos nós.

Como dizia São Francisco de Assis: "É dando que se recebe..."


Obrigado, amiga, pelo seu questionamento e tenha muita paz".

(1)Fernando Vieira Filho 
Psicoterapeuta/clínico, palestrante e escritor.
Autor do livro CURE SUAS MÁGOAS E SEJA FELIZ! – 2ª Ed. - Barany Editora - 2012.
E coautor do livro DIETA DOS SÍMBOLOS – 6ª Ed. - Melhoramentos - 2004.
É autor dos E-Books:                                                                                                                       
PSICOFÁRMACOS - Uso e aplicações de forma simples e eficaz.                                           
PSICOPATOLOGIA - Apresentada de forma simples e objetiva - Incluindo psicopatologias infantis.                                                                                                                                        
SISTEMA DE TERAPIA FLORAL do Doutor Edward Bach (Portuguese Edition) – Amazon – 2013. E-book.
Conheça seus blogs e sites:
http://www.curadossentimentos.com.br
http://www.fernandovieirafilho.com.br
http://harmonize-se-com-florais-de-bach.blogspot.com.br/
 http://curesuasmagoasesejafeliz.blogspot.com.br/
 http://maldealzheimerhoje.blogspot.com.br/

ENTRE EM SINTONIA COM A VIDA - CURSO CURA DOS SENTIMENTOSO

========= 10 DE DEZEMBRO PRÓXIMO =========== 
Tome a iniciativa da mudança e liberte-se de tudo que o impede de crescer e ser feliz --->> Saiba mais sobre essa experiência única 
Ou faça sua inscrição pelo (34) 9 9972-4053 (WhatsApp)