Final antológico, belíssimo, da novela Amor à Vida!


Por Fernando Vieira Filho (1)
Final antológico, belíssimo, da novela Amor à Vida! Parabéns ao grande Walcyr Carrasco!
Walcyr conseguiu captar de maneira realista, embora poética, o drama da Saga Humana neste Planeta chamado Terra. Mostrou a beleza do AMOR  e sua contrapartida, o ÓDIO, que nada mais é que amor TEMPORARIAMENTE adoecido. E o PERDÃO,  ferramenta abençoada, que tudo conserta, a tudo cura, um instrumento que nos foi ofertado, há 2.000 anos, pelo Divino Mestre Jesus, registrado com perfeição por Mateus – Capítulo 18: 21-22 – em cena, que acredito, tenha sido também antológica:  “Então Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: ‘Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes?’  Jesus respondeu: ‘Eu digo a você: Não até sete, mas até setenta vezes sete’.”
Penso que quando Jesus respondeu a Pedro, Ele quis dizer: "Pedro, o perdão é uma atitude, uma decisão de cura, perdoe quantas vezes forem necessárias e seja feliz!"
Amor à Vida foi uma novela de personagens e cenas pungentes, humanas, densas e absolutamente reais. Foi uma obra televisiva que deliciaria Freud, Jung, Melanie Klein, Karen Horn, Erich Fromn, Elias Barbosa e tantos outros que estudaram, trabalharam, cuidaram, amaram o jeito peculiar de ser humano neste Planeta singular chamado Terra.
(1) Fernando Vieira Filho / Psicoterapeuta Clínico / Palestrante
e autor do livro - Cure suas Mágoas e Seja Feliz! - Barany Editora - São Paulo 2012
(55 11) 99684-0463 (São Paulo e Brasil)
(55 34)  3077-2721  (Uberaba)
 
Conheça meus blogs e sites:


Nenhum comentário:

Postar um comentário