SOLIDÃO DOS "BONZINHOS"


Por Eliana Barbosa *

Sarah representa tudo de bondade que uma pessoa possa ter... só que ela sempre foi “boazinha” demais para os outros e, neste processo, esqueceu-se de si mesma. Desde pequena, apesar de seu temperamento independente, a menina Sarah foi a filha mais obediente, a mais companheira dos pais e, com isso, a mais querida da família. Na juventude, fazia tudo pelos irmãos mais novos, renunciando até aos seus passeios para financiar o divertimento dos irmãos. Casou-se e, em busca de aprovação de todos como esposa e mãe exemplar, abdicou de sua carreira e entregou a sua vida à família, até que, vinte e cinco anos depois, viu-se sozinha, pois o marido a trocou por outra mulher e os dois filhos a quem ela tanto se dedicou, tomaram, naturalmente, os seus caminhos profissionais em países diferentes. E agora, onde está Sarah? Ah... Sarah, magoada e decepcionada, está sozinha em um hospital especializado em tratamento de câncer, recuperando-se de uma séria cirurgia de retirada de seu seio direito, invadido por um tumor maligno. E a família e os amigos de Sarah... onde estarão? Estão cuidando de suas próprias vidas e, no tumulto do dia-a-dia, o máximo que fazem por ela... é um rápido telefonema.
Esta é uma história real que tenho certeza que se parece com a de muita gente, infelizmente! A personagem Sarah representa todas aquelas pessoas que se sentem pequenas diante dos outros, com necessidade de se mostrarem fortes e protetoras, e que, em sua insegurança, buscam constantemente comportamentos adequados para serem aprovadas e elogiadas. São pessoas com um grande abalo em sua auto-estima, incapazes de dizerem “não” sem culpas. Não são as pessoas boas... são as “boazinhas”! São aquelas que todo mundo sempre se lembra delas na hora da necessidade, na hora de pedir um favor, mas quando o jogo vira... ninguém está disponível para elas. E, nesse caso, a única forma de terem a atenção que acreditam que merecem é, de forma inconsciente, adoecendo ou acidentando-se. Mas, mesmo assim, todos aqueles que lhe devem favores, aparecem para uma rápida visita e, de novo, desaparecem.
Você sabe por que isso acontece com os “bonzinhos”? Por que eles não se valorizam, não se colocam como o centro de suas vidas, não se tratam bem e não acreditam que mereçam ser bem tratados.
Saiba que tudo aquilo que você pensa a seu respeito é uma energia tão poderosa que é como se tivesse escrito em sua testa: “Eu tenho valor, portanto, respeite-me” - ou então, ao contrário: “Pode pedir... eu estou aqui para servir-lhe”. Marido, esposa, pais, filhos, quaisquer parentes, amigos e até pessoas estranhas percebem muito bem a insegurança dos “bonzinhos” e acabam cometendo abusos. Depois, os “bonzinhos” ficam aí, cheios de mágoas e decepções com aqueles a quem eles tanto dedicaram os seus carinhos.
Pense nisso, querido leitor... Não estou dizendo aqui que devemos ser egoístas e egocêntricos! O egoísta é aquele que pensa somente em si e só quer saber das pessoas que podem lhe trazer vantagens. Já a pessoa que se valoriza, que é boa sem ser “boazinha”, ela busca primeiro o seu fortalecimento para que possa, depois, irradiar sua força para aqueles que a cercam.
Portanto, seja “bonzinho” apenas com você mesmo, e, com autoconfiança e autovalorização, seja bom e humano para com os outros. A solidão não é uma punição só para os egoístas e os orgulhosos, porque os “bonzinhos” também acabam sós...

*Eliana Barbosa é Consultora em Desenvolvimento Humano, articulista de jornais e de revistas de circulação nacional e internacional, autora dos livros “ACORDANDO PARA A VIDA – Lições para sua transformação Interior”, “O ENIGMA DA BOTA – Enfrentando a sucessão empresarial com equilíbrio e sabedoria” e “CARA A CARA COM ALGUÉM MUITO ESPECIAL – Histórias e lições inspiradoras para você se conhecer... e vencer!” (Novo Século Editora), produtora e apresentadora de programas motivacionais em TV e rádio, e ministra palestras e cursos transformacionais sobre desenvolvimento pessoal e profissional, por todo o país.

Conheça melhor as suas atividades profissionais no site www.elianabarbosa.com.br.

Para assistir ao seu programa de TV na Internet, chamado BEM VIVER, acesse o site www.showtv.com.br .

Contato: www.elianabarbosa.com.br

(Por favor, com ética e honestidade, respeite os direitos autorais; ao repassar, mantenha os dados da autora).

Nenhum comentário:

Postar um comentário