Você é maior do que seus problemas


Escrito por Eliana Barbosa*

Não raro sou questionada pelas pessoas sobre um dos maiores desafios do ser humano – como lidar com os seus problemas.

Realmente, tenho presenciado muito sofrimento entre amigos e clientes que buscam algum aconselhamento. E, é claro, além de lhes recomendar apoio terapêutico e médico, principalmente em casos de depressão, procuro mostrar-lhes que tudo o que estão vivenciando faz parte de um conjunto de escolhas que fizeram e que cada pessoa está exatamente no lugar onde se colocou, mesmo que inconscientemente. Muitos concordam comigo, de imediato, mas outros hesitam e insistem em culpar outras pessoas ou situações por suas adversidades. Eles não entendem que, de uma forma ou de outra, foram eles mesmos que atraíram para sua vida relacionamentos abusivos ou agressivos, que lhe fazem sofrer. Não percebem que seu medo da solidão fez com que aceitassem, por tanto tempo, essa convivência tão tóxica.

Se você, caro leitor, se identifica com essas pessoas, saiba que sofrer também é um vício. No começo, você se sente incomodado, mas vai deixando o tempo passar, pensando que a outra pessoa pode mudar e melhorar. E, sem perceber, vai se viciando em ser maltratado, desprezado ou humilhado, como se isso fizesse parte do seu script de vida. Vai se acomodando com o sofrimento e chega um momento em que você está tão envolvido nesse relacionamento doentio, que não consegue enxergar nada além dele. É como se não existisse vida para você sem essa pessoa que lhe maltrata. Você sabe que está doente da alma, que precisa dar um basta nisso tudo, mas não enxerga o caminho, a solução.

Pois eu lhe digo: você não pode convencer ninguém a mudar, a não ser você mesmo! Se você se deixar levar pelo conformismo, vai ficar caído no chão. Levante-se logo, erga sua cabeça, encha seu peito de ar e diga para si mesmo: “Eu posso até amar essa pessoa, MAS EU ME AMO MUITO MAIS! Por isso, vou seguir em frente, vou buscar apoio para sair desse vício de sofrer e entender que mereço ser feliz e bem tratado por todos que eu encontrar em meu caminho!”

Você não está sozinho! Coragem para mudar! Ouse sair dessa zona de abusos e sofrimento e imagine que pior não tem como ficar. Seus problemas podem ser enormes, mas você sempre será maior do que eles.

Portanto, assuma o seu poder de transformação! Faça desse “limão” uma “limonada”. Como? Aproveitando todas as lições das suas adversidades para despertar em si mesmo capacidades que, em tempos calmos, com certeza teriam ficado adormecidas.

(*) palestrante; apresentadora de TV e rádio e autora de livros motivacionais
http://www.elianabarbosa.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário